FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

ASSASSINATO SOB CUSTÓDIA

ASSASSINATO SOB CUSTÓDIA

A diretora francesa Euzhan Palcy nasceu na Martinica e tornou-se a primeira mulher negra a dirigir um filme em Hollywood. O filme em questão, Assassinato Sob Custódia, de 1989, é uma adaptação do livro de André P. Brink e teve o roteiro escrito por ela própria, junto com Colin Welland. A história se passa na África do Sul, em meados dos anos 1970, auge do apartheid, regime de segregação racial que vigorou naquele país entre 1948 e 1994. A história gira em torno do professor Ben du Toit (Donald Sutherland), um homem correto e bondoso, mas, completamente alheio aos horrores comentidos pelo governo contra os negros. Certo dia, Jonathan (Bekhithemba Mpofu), filho de seu jardineiro, é brutalmente espancado pela polícia. Este fato, completamente gratuito, abre os olhos de Ben para a realidade que o cerca. A partir daí, ele decide enfrentar o sistema e levar a julgamento os responsáveis pela agressão. Assassinato Sob Custódia retrata sem maquiagem alguma um período triste da história sul africana, em particular, e da humanidade, em geral. O olhar de Palcy é delicado, sutil e nos conduz com firmeza por esta dura realidade. Dura, porém, carregada de bondade, empatia e esperança. Marlon Brando, na época sem filmar há quase dez anos, ficou comovido pelo roteiro e aceitou um pequeno papel, pelo qual foi indicado ao Oscar de melhor ator coadjuvante.

ASSASSINATO SOB CUSTÓDIA (A Dry White Season – EUA 1989). Direção: Euzhan Palcy. Elenco: Donald Sutherland, Janet Suzman, Zakes Mokae, Jürgen Prochnow, Susan Sarandon, Michael Gambon, Marlon Brando e Bekhithemba Mpofu. Duração: 106 minutos. Distribuição:  Fox.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

Respostas de 2

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES