FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

MOVIMENTO EM FALSO

Segundo filme da “trilogia da estrada” do alemão Wim Wenders, Movimento em Falso é uma adaptação da obra Os Anos de Aprendizagem de Wilhelm Meister, de Goethe, com roteiro escrito por Peter Handke. A história se passa ao longo de seis dias e mostra Wilhelm (Rüdiger Vogler), que sonha ser escritor “não por escrever, mas por querer escrever”. Sua mãe (Marianne Hoppe) lhe dá uma passagem de trem para Bonn. Durante a viagem, ele conhece Therese (Hanna Schygulla), uma atriz; Laertes (Hans Christian Blech), um velho nazista que foi atleta nos Jogos Olímpicos de 1936, em Berlim; e Mignon (Nastassja Kinski, então com 13 anos, em sua estreia no cinema), uma jovem artista de rua. Da mesma forma que em Alice nas Cidades, filme anterior da trilogia, Movimento em Falso trata da solidão de suas personagens. Apesar de ter sido lançado no mesmo ano que Profissão: Repórter, do italiano Michelangelo Antonioni, é possível perceber o diálogo que se estabelece entre esses dois filmes. Wenders, aos 30 anos de idade, revela-se um cineasta maduro e reflexivo e nos conduz por esta viagem pessoal de descobrimentos.

MOVIMENTO EM FALSO (Falsche Bewegung – Alemanha 1975). Direção: Wim Wenders. Elenco: Rüdiger Vogler, Hanna Schygulla, Hans Christian Blech, Nastassja Kinski, Ivan Desny e Marianne Hoppe. Duração: 104 minutos. Distribuição: Obras-Primas do Cinema.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES