FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

VÍTIMAS DE UMA PAIXÃO

Se existe um filme que talvez possa ser considerado um precursor de Instinto Selvagem, esse filme é Vítimas de Uma Paixão. Dirigido por Harold Becker, com roteiro de Richard Price, o filme marcou a volta de Al Pacino depois de quatro anos de jejum cinematográfico. Ele vive o detetive Frank Keller, que junto com o também detetive Sherman (John Goodman), seu novo parceiro, investigam assassinatos com padrões semelhantes ocorridos na cidade. Crimes que, à primeira vista, não possuem ligação alguma. A única coisa que os liga é a música Sea of Love, título original do filme. Além disso, existe Helen Cruger (Ellen Barkin), uma mulher mais que fatal e principal suspeita das mortes. Para complicar ainda mais tudo, Frank se envolve perigosamente com Helen. A partir daí, tudo pega fogo. Literalmente. Vítimas de Uma Paixão é ágil, quente e envolvente. Como deve ser um bom policial. E tudo turbinado com altas doses de sensualidade e sexualidade. Ellen Barkin estava no auge de seu período “furacão” e a química que ela estabelece com Al Pacino é bastante convincente. O roteiro de Price e a direção de Becker conseguem fugir dos tradicionais lugares-comuns e apresentam personagens de carne, osso e alma.    
VÍTIMAS DE UMA PAIXÃO (Sea of Love – EUA 1989). Direção: Harold Becker. Elenco: Al Pacino, Ellen Barkin,  John Goodman, Michael Rooker, William Hickey e Richard Jenkins. Duração: 112 minutos. Distribuição: Universal.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES