FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

VISÕES DE SHERLOCK HOLMES

Os fãs de ficção-científica e fantasia seguramente conhecem Nicholas Meyer. Quem gosta de histórias de detetive não tem como não conhecer a criação maior de Arthur Conan Doyle. E os estudiosos de psicanálise conhecem os trabalhos de Sigmund Freud. Agora imagine juntar esses três nomes em uma única obra. Bem, primeiro o próprio Meyer escreveu o romance A Solução de Sete Por Cento e ele próprio a adaptou para um roteiro, marcando assim sua estreia na sétima arte. Coube ao veterano cineasta norte-americano Herbert Ross dirigir Visões de Sherlock Holmes, em 1976. Na trama original de Meyer, ele coloca o detetive da Rua Baker, 221-B, vivido pelo ator Nicol Williamson, ao lado do inseparável Dr. Watson (Robert Duvall), em uma viagem até Viena, na Áustria, para uma visita ao Dr. Freud (Alan Arkin), para tratar de seu vício em cocaína. Paralelo a isso, ele investiga o misterioso sequestro de Lola Deveraux (Vanessa Redgrave), ao mesmo tempo em que enfrenta seu maior inimigo, o professor James Moriarty (Laurence Olivier). A habilidade de Meyer em emular o estilo de Conan Doyle é primorosa e ainda insere novos elementos seus que enriquecem ainda mais a história que está sendo contada. Cá entre nós, uma aventura cinematográfica de Sherlock Holmes com esse elenco é, para dizer o mínimo, muito bem-vinda.

VISÕES DE SHERLOCK HOLMES (The Seven-Per-Cent Solution – Inglaterra/EUA 1976). Direção: Herbert Ross. Elenco: Nicol Williamson, Robert Duvall, Alan Arkin, Vanessa Redgrave, Laurence Olivier, Joel Grey, Samantha Eggar, Jeremy Kemp e Charles Gray. Duração: 113 minutos. Distribuição: Universal.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES