FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

RANGO

O diretor Gore Verbinski estava em alta depois do estrondoso sucesso dos três primeiros filmes da série Piratas do Caribe. Causou surpresa quando ele anunciou que seu trabalho seguinte seria uma animação. A surpresa se revelou ainda maior quando Rango foi lançado e apresentou Lars, um camaleão que vai parar em uma cidade selvagem e sem lei. A população oprimida do lugar enxerga nele o herói salvador. Verbinski rema contra a maré e realiza um filme surpreendente e fora dos padrões. Rango tem um visual único e personagens extremamente peculiares e que não obedecem à cartilha que estamos acostumados nas animações. Ao invés de bichinhos fofinhos, temos lagartos, toupeiras, sapos, cobras, gaviões, ratos e tatus. Além disso, o filme presta homenagem a dois ícones do gênero faroeste: Sergio Leone e Clint Eastwood. O diretor também capricha nos planos e nos enquadramentos e transforma cada sequência em um espetáculo para cinéfilo nenhum botar defeito. Principalmente pela dublagem original de Johnny Depp no papel-título e da inspirada aparição do Espírito do Oeste. Pode até assustar um pouco as crianças, mas, certamente, encantará os adultos. Rango ganhou, merecidamente, o Oscar de melhor animação no Oscar de 2012.
RANGO (Rango – EUA 2011). Direção: Gore Verbinski. Animação. Duração: 107. Distribuição: Paramount.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

3 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES