FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

IMPÉRIO DO SOL

Quando Steven Spielberg dirigiu Império do Sol, ele estava naquela fase em que queria provar que era um diretor adulto. Seu trabalho anterior havia sido A Cor Púrpura e, em muitos aspectos, o novo filme, apesar de estrelado por uma criança, consegue estabelecer o padrão de maturidade que Spielberg buscava. Com roteiro de Tom Stoppard, baseado no livro de J. G. Ballard, Império do Sol conta a história de um garoto inglês, Jim Graham (Christian Bale, em seu primeiro papel no cinema), que se perde dos pais na China, durante a repressão japonesa no período da Segunda Guerra Mundial. Tudo é mostrado através do ponto de vista de um menino, ao mesmo tempo fascinado e horrorizado com o que presencia em sua luta pela sobrevivência. Império do Sol talvez tenha a mais forte cena de abertura de um filme de Spielberg, quando vemos alguns caixões com cadáveres boiando no rio. O jovem ator galês Christian Bale, que quase 20 anos depois ficaria famoso como o Batman da trilogia de Christopher Nolan, é o grande destaque do elenco. Além de John Malkovich, que vive Basie, um americano que fica amigo seu no campo de concentração. O avião, seja o pequeno de brinquedo ou os grandes de verdade, estão no centro de tudo. A sequência em que Jim se diverte vendo-os passar em voos rasantes é uma das melhores do filme. Bale foi escolhido para o papel em uma disputa com outros 4.000 candidatos. Ele havia sido indicado por Amy Irving, então esposa de Spielberg, com quem havia trabalhado na minissérie de TV Anastácia. Duas curiosidades: o cineasta inglês David Lean, de Lawrence da Arábia, quase dirigiu Império do Sol, que foi o primeiro filme hollywoodiano a conseguir permissão para filmagem dentro da República da China.    
IMPÉRIO DO SOL (Empire of the Sun – EUA 1987). Direção: Steven Spielberg. Elenco: Christian Bale, John Malkovich, Miranda Richardson, Nigel Havers, Joe Pantoliano, Leslie Phillips, Masatô Ibu, Emily Richard, Ben Stiller, Rupert Frazer e Robert Stephens. Duração: 153 minutos. Distribuição: Warner.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

4 respostas

  1. O filme é excelente. Gosto bastante também da trilha sonora composta por um constante colaborador de Spielberg, John Willians. Ainda destaco a cena em que Jim anda entre móveis luxuosos num campo aberto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES