FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

JUSTIÇA CEGA

Nunca consegui entender a razão do título brasileiro para Internal Affairs. A expressão poderia ser traduzida ao pé da letra como “assuntos internos”. No filme se refere à “corregedoria” da polícia, que investiga a ação de policiais corruptos. Nesse ponto, o título português, Ligações Sujas, consegue ser mais fiel ao original. Na trama, acompanhamos a rotina de Dennis Peck, interpretado muito à vontade por Richard Gere. Ele é aquele tipo de policial que conhece bem a lei e sabe burlá-la como poucos. Andy Garcia vive Raymond Avila, um investigador que tem como missão colher provas para levar Peck para trás das grades. Desde o primeiro encontro dos dois, se estabelece um clima de múltiplas tensões: física, psicológica e sexual. Peck é um manipulador nato e tem o “dom” da palavra. Avila é competente, porém, ansioso e inseguro. O diretor Mike Figgis conduz este policial com mão firme e encontra na dupla principal de atores a chave para contar sua história. Justiça Cega foi realizado em 1990, mas parece um daqueles bons policiais dos anos 1970.
JUSTIÇA CEGA (Internal Affairs – EUA 1990). Direção: Mike Figgis. Elenco: Richard Gere, Andy Garcia, Laurie Metcalf, Nancy Travis, William Baldwin, Richard Braford e Annabella Sciorra. Duração: 115 minutos. Distribuição: Paramount.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

2 respostas

  1. Daqueles filmes que vi uma única vez e nunca mais me saiu da lembrança, como sendo uma ótima referência do gênero. E é daqueles que tenho temor em rever e perceber que não envelheceu bem – ou que minha imaginação tenha alterado muito sua história, a cada lembrança que tenho dele. Detalhe: Gere nunca foi tão bom de se odiar, um ótimo vilão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES