FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

BONNIE E CLYDE – UMA RAJADA DE BALAS

“Essa aqui é a senhorita Bonnie Parker. Eu sou Clyde Barrow. Nós roubamos bancos”. É assim que a dupla principal se apresenta em Boonie e Clyde – Uma Rajada de Balas, dirigido em 1967 por Arthur Penn e marco do movimento que ficou conhecido como “Nova Hollywood”. Na realidade, na segunda metade dos anos 1960, surge nos Estados Unidos um grupo de novos cineastas que, aos poucos, começa a mudar a cara de Hollywood. Além do próprio Penn, fazem parte deste grupo cineastas como Francis Ford Coppola, Martin Scorsese, Brian De Palma, Hal Ashby e Bob Rafelson. Em comum: a inspiração na Nouvelle Vague francesa. Em Bonnie e Clyde, por exemplo, é possível perceber nitidamente essa influência. Com roteiro escrito por David Newman, Robert Benton e Robert Towne, o filme a história do casal Bonnie (Faye Dunaway) e Clyde (Warren Beatty), que durante a Grande Depressão, viaja pelo interior dos Estados Unidos assaltando bancos. Tudo começa meio que de brincadeira, para espantar o tédio. Depois, a coisa fica séria e violenta. Inovador e transgressor, Bonnie e Clyde tem qualidades que até hoje se destacam. O roteiro, repleto de conotações sexuais, continua impecável. A direção inspiradíssima de Arthur Penn imprime um ritmo incomum no cinema americano da época, ritmo este que encontrou a perfeição no trabalho do montador Dede Allen. Outro ponto alto é a fotografia de Burnett Guffey e suas imagens de tirar o fôlego. E claro, o elenco estupendo que conta com uma dupla (Beatty e Dunaway) extremamente carismática e que desenvolve em cena uma química fabulosa. Isso inclui também o fantástico elenco de apoio com nomes como Michael J. Pollard, Gene Hackman, Estelle Parsons e Gene Wilder. Indicado a dez Oscar, levou apenas dois: melhor atriz coadjuvante e fotografia. Uma curiosidade: Foi o primeiro filme produzido pelo ator Warren Beatty, que inicialmente queria que François Truffaut o dirigisse. Como o cineasta francês recusou o convite, Arthur Penn foi chamado e o resto é história.
BONNIE E CLYDE – UMA RAJADA DE BALAS (Bonnie and Clyde – EUA 1967). Direção: Arthur Penn. Elenco: Warren Beatty, Faye Dunaway, Michael J. Pollard, Gene Hackman, Estelle Parsons, Denver Pyle, Evans Evans e Gene Wilder. Duração: 112 minutos. Distribuição: Warner.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

Respostas de 3

  1. filme excelente, de fato. nos coloca do lado dos bandidos de uma maneira corajosa. a quimica entre os dois é excelente e a cena com o gene wilder é ótima.

    só não gostei da participação de Estelle Parsons… totalmente overacting, tornando a personagem um ser odioso… não sei como levou o Oscar para casa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES