FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

FALE COM ELA

Em relação ao universo feminino, Pedro Almodóvar está para o cinema assim como Chico Buarque está para a música popular brasileira. Poucos cineastas e poucos compositores, respectivamente, conhecem tão bem a alma das mulheres como eles. No entanto, Almodóvar cria um paradoxo neste que é uma de suas maiores obras. Começado com o título, Fale Com Ela, acompanhamos a vida de duas mulheres que estão em coma. Elas não falam, algo único no cinema almodovariano, são os homens que falam. No caso, Benigno (Javier Cámara) e Marco (Dari Grandinetti). O primeiro é enfermeiro e o segundo é escritor. Benigno cuida de Alicia (Leonor Watling), uma bailarina. Marco é namorado de Lydia (Rosário Flores), uma toureira profissional. Aqui são os homens que falam, sem parar, com suas mulheres. Fale Com Ela é fruto da fase mais criativa de Almodóvar e foi realizado na sequência de Carne Trêmula e Tudo Sobre Minha Mãe. Com um roteiro primoroso, atuações estupendas de Cámara e Grandinetti e uma direção mais que inspirada, Fale Com Ela consegue extrair poesia até na cena em que mostra o pior dos crimes que pode ser cometido contra mulheres.

FALE COM ELA (Hable con Ella – Espanha 2002). Direção: Pedro Almodóvar. Elenco: Javier Camara, Dario Grandinetti, Leonor Watling, Rosario Flores e Geraldine Chaplin. Duração: 113 minutos. Distribuição: Fox.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

4 respostas

  1. Um dos melhores momentos de Almodovar no cinema. E, certamente, a melhor das aberturas: o espetáculo Café Müller, de Pina Bausch, frente aos olhos dos protagonistas abraça, igualmente, cada espectador. Magnífico!

  2. Esse filme me tocou muito, quando lembro dele ainda sinto a mesma sensação de um certo desconforto e fascínio que tive ao ver pela primeira vez, pq o Almodovár sempre nos atinge nos cantos mais obscuros da nossa alma.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES