FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

BANDA À PARTE

Banda à Parte foi o sétimo longa-metragem dirigido pelo francês Jean-Luc Godard. Isso em um intervalo de apenas cinco anos. O que equivale a uma média de mais de um filme por ano, sem incluir aí os curtas e segmentos que ele dirigiu neste período. A obra é assinada por JeanLuc Cinéma Godard e muitos dizem ser este seu trabalho mais acessível. Mesmo que te sugiram ir a uma lanchonete, talvez você prefira ver um filme do Godard. O roteiro, escrito por Dolores Hitchens, tem base o romance Fool’s Gold, de sua própria autoria. A história nos apresenta dois amigos, Arthur (Claude Brasseur) e Franz (Sami Frey), que vivem de trapaças. Eles convencem uma estudante, Odile (Anna Karina, musa do diretor na época), a ajudá-los em um roubo. Godard, que ao lado de François Truffaut, escreveu na revista Cahiers du Cinéma e ajudou a criar o movimento da Nouvelle Vague, homenageia aqui a produção hollywoodiana de baixo orçamento. Banda à Parte foi rodado em apenas 25 dias e sem grandes pretensões. É visível a leveza e alegria do elenco, em especial a da bela Anna Karina, em estado de graça. Godard parecia querer apenas se divertir e nos diverte também. Inédito no mercado brasileiro de vídeo, este lançamento da Versátil é de grande importância para qualquer cinéfilo. Em tempo: Tarantino é tão fã deste filme que batizou sua produtora com o nome de A Band Apart.

BANDA À PARTE (Bande à Part – França 1964). Direção: Jean-Luc Godard. Elenco: Anna Karina, Sami Frey, Claude Brasseur, Danièle Girard, Louisa Colpeyn e Chantal Darget. Duração: 95 minutos. Distribuição: Versátil.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES