FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

VOLVER

Existem jogadores de futebol que são craques em seus times e um fiasco quando jogam pela seleção nacional. Penélope Cruz é uma calamidade quando atua em Hollywood e revela-se sempre uma excelente atriz quando é dirigida por Pedro Almodóvar. Volver é a terceira parceria entre os dois e tem muitos significados especiais para ambos. Almodóvar tinha realizado seu filme pessoal mais impessoal, A Má Educação. Penélope tinha participado de cinco “bombas” seguidas nos Estados Unidos. A carreira deles precisava entrar novamente nos trilhos e Volver marca esse retorno às origens. O diretor reencontra a riqueza do universo feminino que ele tão bem sabe retratar. E a atriz retorna para sua língua mãe e para o seu diretor pai. Tudo em Volver está ligado a retornos. Estão presentes dramas, tragédias e segredos familiares que insistem em voltar. Almodóvar explora com sutileza a linha tênue que separa o melodrama do dramalhão. E o faz com maestria. Ele também “volta” a trabalhar novamente com sua primeira musa, Carmen Maura. Uma curiosidade: se você tiver visto o filme A Flor do Meu Segredo, que ele havia dirigido 11 anos antes, vai perceber que a trama de Volver é contada naquele filme pela personagem de Marisa Paredes.
VOLVER (Volver – Espanha 2006). Direção: Pedro Almodóvar. Elenco: Penélope Cruz, Carmen Maura, Lola Dueñas, Blanca Portillo, Yohana Cobo, Chus Lampreave e Antonio de la Torre. Duração: 121 minutos. Distribuição: Fox.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

2 respostas

  1. Kurti o roteiro, achei muito bom esse filme, um dos que mais gostei do genio almodovar. Pra ver e rever. Ele é daqueles diretores AME ou ODEIO, impossível ficar indiferente ao estilo.

    JOPZ

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES