FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

SEMENTES DA VIOLÊNCIA

Filho de judeus russos que migraram para a cidade de Filadélfia, nos Estados Unidos, Richard Brooks construiu uma sólida carreira no cinema americano. Primeiro, como roteirista. Depois, como diretor. Sementes da Violência, de 1955, foi seu oitavo longa-metragem atrás das câmaras. O roteiro, baseado no romance autobiográfico de Evan Hunter, foi adaptado pelo próprio Brooks. Acompanhamos aqui a rotina do dedicado e idealista professor Richard Dadier (Glenn Ford). Ele consegue emprego em uma escola pública de um bairro pobre de Nova York. Apesar de seu empenho, os alunos o tratam com muita hostilidade. Sementes da Violência, além da força de seu argumento, é um marco na história do Cinema e cultura pop. Por duas razões: foi o primeiro filme a abordar o tema da violência em sala de aula e foi também o primeiro a utilizar um rock como tema musical, no caso, Rock Around the Clock, cantada por Bill Haley and His Comets. Uma curiosidade: um dos delinquentes, Gregory, é vivido por Sidney Poitier, que 12 anos depois ficaria famoso pelo papel do professor Mark Thackeray, no filme Ao Mestre, Com Carinho.

SEMENTES DA VIOLÊNCIA (Blackboard Jungle – EUA 1955). Direção: Richard Brooks. Elenco: Glenn Ford, Anne Francis, Louis Calhern, John Hoyt, Sidney Poitier, Richard Kiley, Vic Morrow e Paul Mazursky. Duração: 101 minutos. Distribuição: Versátil.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES