FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

SCANNERS – SUA MENTE PODE DESTRUIR

O cineasta canadense David Cronenberg já tinha 15 anos de carreira quando escreveu e dirigiu Scanners – Sua Mente Pode Destruir, em 1981. Até então, seus filmes eram pouco conhecidos. Se limitavam ao seu país natal, o Canadá, e algumas mostras especiais em festivais. Foi com Scanners que Cronenberg tornou-se conhecido no mundo. Aqui, somos apresentados a Darryl Revok (Michael Ironside), o mais poderoso dos “scanners”, humanos que possuem a habilidade de controlar objetos e pessoas com o poder da mente. Revok lidera uma ação secreta que planeja dominar o mundo. Para evitar que isso aconteça, o Dr. Paul Ruth (Patrick McGoohan) pede a ajuda de Cameron Vale (Stephen Lack), outro “scanner” poderoso, para enfrentar Revok. Já é possível constatar neste trabalho a marca autoral de Cronenberg. Ele costuma ter o corpo humano no centro de quase todas as suas histórias. Scanners, apesar do envelhecimento de seus efeitos especiais, tem uma premissa tão interessante que se mantém intacta. Mesmo passado tanto tempo de sua realização. Ponto para o direitor e roteirista, que conseguiu desenvolver uma trama bem instigante. O filme teve duas continuações, sem a participação de Cronenberg e bem inferiores.

SCANNERS – SUA MENTE PODE DESTRUIR (Scanners – Canadá 1981). Direção: David Cronenberg. Elenco: Stephen Lack, Jennifer O’Neill, Michael Ironside, Patrick McGoohan e Lawrence Dane. Duração: 103 minutos. Distribuição: Versátil.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES