FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

PLANETA DOS MACACOS: A ORIGEM

Entre 1968 e 1973 a Fox produziu cinco filmes explorando o universo de O Planeta dos Macacos. Logo depois tivemos duas séries de televisão: uma animada e outra com atores. Em 2001 houve uma tentativa frustrada de revitalização da franquia através da “reimaginação” de Tim Burton. Dez anos depois, a Fox acerta ao decidir partir do ponto zero com este Planeta dos Macacos: A Origem. Tudo começa quando um cientista, Will Rodman (James Franco), ao pesquisar a cura para o Mal de Alzheimer, doença que acomete seu pai (John Lithgow), desenvolve um medicamento que, testado em macacos, revela-se capaz de ampliar a inteligência dos símios. Um deles se destaca, César, em interpretação assombrosa de Andy Serkis a partir do processo de captura de desempenho (aquela em que o ator veste uma roupa especial cheia de pontos eletrônicos e tem todos os movimentos capturados por um scanner e depois passados para o computador). Este novo filme, dirigido pelo quase estreante Rupert Wyatt, funciona perfeitamente em dois níveis bem distintos. Consegue ser um excelente ficção-científica de ação para um público que nada sabe sobre o universo retratado na história e também premia os fãs mais radicais que encontrarão, proporcionalmente distribuídos ao longo da trama, diversas referências aos filmes originais.
PLANETA DOS MACACOS: A ORIGEM (Rise of the Planet of the Apes – EUA 2011). Direção: Rupert Wyatt. Elenco: Andy Serkis, James Franco, Freida Pinto, John Lithgow, Brian Cox, Tom Felton, David Oyelowo e Tyler Labine. Duração: 105 minutos. Distribuição: Fox.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

5 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES