FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

NO VELHO ARIZONA

O americano Irving Cummings iniciou sua carreira no mundo do espetáculo ainda adolescente. Primeiro, como ator nos palcos da Broadway. Em 1910, ainda como ator, ele estreou no cinema. Dez anos depois passou também a dirigir e esteve à frente e atrás das câmaras pelos 20 anos seguintes até se fixar na direção na década final de sua carreira. No Velho Arizona, de 1928, foi um dos mais de 80 filmes que dirigiu. Com roteiro de Tom Barry, escrito a partir de uma história de O. Henry, o filme nos apresenta Cisco Kid, vivido por Warner Baxter, vencedor do Oscar de melhor ator por este papel. Ele é o mais famoso bandido do Arizona, que é perseguido implacavelmente pelo Sargento Mickey Dunn (Edmund Lowe). Estamos diante de um verdadeiro jogo de gato e rato neste delicioso faroeste que mistura humor com aventura e romance. Independentemente do prêmio que ganhou e da excelente bilheteria que fez, No Velho Arizona é detentor de duas importantes conquistas históricas: foi o primeiro filme sonoro feito em locações externas e também o primeiro filme inteiramente falado.

NO VELHO ARIZONA (In Old Arizona – EUA 1928). Direção: Irving Cummings. Elenco: Warner Baxter, Edmund Lowe, Dorothy Burgess, Henry Armetta, James Bradbury Jr., Frank Campeau e Alphonse Ethier. Duração: 95 minutos. Distribuição: Fox.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES