FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

JUVENTUDE

Apesar de ser o décimo longa do cineasta sueco Ingmar Bergman, muitos consideram Juventude, realizado em 1951, como seu primeiro grande filme. Existe, é verdade, um pouco de exagero nesta afirmação. Até porque, todos os filmes deste gênio do Cinema são grandes. Mas, Juventude, que teve o roteiro escrito por Bergman, junto com Herbert Grevenius, reúne de maneira sublime muitos dos elementos que tornaram os trabalhos deste grande cineasta tão reverenciados. Tudo começa na véspera da estreia do novo espetáculo da bailarina Marie (Maj-Britt Nilsson). Ela recebe um diário que a transporta para o passado, quando ela viveu seu primeiro grande amor. Algo que marcou muito sua vida. Juventude esbanja beleza, poesia e revela um diretor extremamente maduro. Ele próprio disse ter sido este o primeiro de seus filmes que ele dirigiu com total segurança. E se um artista tão profundo e rico como Bergman afirma algo assim sobre sua obra, não nos resta outra coisa a não ser agradecer e agradecer e agradecer.

JUVENTUDE (Sommarlek – Suécia 1951). Direção: Ingmar Bergman. Elenco: Maj-Britt Nilsson, Birger Malmsten, Alf Kjellin, Annalisa Ericson, Georg Funkquist, Stig Olin e Mimi Pollak. Duração: 96 minutos. Distribuição: Versátil.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES