FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

CORAÇÕES SUJOS

O filme é falado quase todo em japonês. O elenco é predominantemente nipônico. Mas, Corações Sujos, é brasileiro e conta uma história que se passou em nosso país no final da Segunda Guerra Mundial. Dirigido por Vicente Amorim, o roteiro se baseia no livro homônimo de Fernando Morais e foi adaptado por David França Mendes. A trama gira em torno de uma comunidade japonesa do interior de São Paulo. Takahashi (Tsuyoshi Ihara) é dono de uma loja de fotografia e vive com sua esposa, Miyuki (Takako Tokiwa), que trabalha como professora primária. A rotina do casal muda completamente após o fim da Guerra. A notícia da derrota do Japão divide a comunidade. Parte dela não acredita no que é divulgado e passa a matar os “corações sujos”, conterrâneos que aceitaram a vitória dos aliados como verdadeira. Temas como racismo, intolerância e fundamentalismo são explorados de maneira exemplar. O trio Morais, Mendes e Amorim recria com rigor um pedaço pouco conhecido de nossa história. Só isso já justificaria a existência do filme. Mas, Corações Sujos vai além e revela ser também um excelente e profundo estudo de personagem. 
CORAÇÕES SUJOS (Brasil 2011). Direção: Vicente Amorim. Elenco: Tsuyoshi Ihara, Takako Tokiwa, Shun Sugata, Kimiko Yo, Eiji Okuda, Celine Fukumoto e Eduardo Moscovis. Duração: 90 minutos. Distribuição: Paris Filmes.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES