FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

CINEMA, ASPIRINAS E URUBUS

O próprio título do filme resume bem do que trata esta bela história. Tudo acontece no interior do sertão nordestino brasileiro, no ano de 1942. A Europa enfrenta as dificuldades provocadas pela Segunda Guerra Mundial e um alemão, Johann (Peter Ketnath), viaja com seu caminhão por estradas de poeira, parando em pequenas cidades para vender um comprimido milagroso, aspirinas. Em cada parada, para atrair a atenção dos moradores, Johann exibe sempre alguns filmes que são projetados da carroceria do veículo e, quantos aos urubus, precisa explicar? Cinema, Aspirinas e Urubus marca a estréia do diretor pernambucano Marcelo Gomes em longas. Os primeiros minutos do filme são primorosos. Sem diálogo algum e utilizando o silêncio como ferramenta, Gomes nos apresenta Johann e nos coloca no contexto da história. No meio do caminho, o alemão encontra a personagem do retirante Ranulpho (João Miguel) e, a partir daí, o filme cresce em diálogos espirituosos e situações das mais inusitadas. Cinema, Aspirinas e Urubus nos conduz pelas “estradas” do interior do Brasil e o faz de uma maneira inteligente, bonita e carregada de sensibilidade. Uma viagem cheia de perigos e surpresas, porém, repleta de encantamento e que no final nos deixa uma aula de simplicidade narrativa e de valorização da amizade.
CINEMA, ASPIRINAS E URUBUS (Brasil 2005). Direção: Marcelo Gomes. Elenco: Jesse Carlton Murphy, João Miguel, Tamar Simon Hoffs, Eugene Marner, Danniel Danniel, Peter Kenath, Hermila Guedes, Paula Francinete e Verônica Cavalcanti. Duração: 110 minutos. Distribuição: Europa.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES