FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

BATMAN: O CAVALEIRO DAS TREVAS RESSURGE

Christopher Nolan vinha em um crescendo de sucesso e, consequentemente, de autonomia em seus trabalhos. A partir de Batman Begins, em 2005, ele escreveu e dirigiu O Grande Truque, em 2006, Batman: O Cavaleiro das Trevas, em 2008, e A Origem, em 2010. Os quatro filmes juntos faturaram mais de 2,3 bilhões de dólares apenas nos cinemas. Chegou então o aguardado momento de encerrar a trilogia do Homem-Morcego. Nolan tinha poder para realizar seu terceiro filme do Batman como bem quisesse. E era isso que todos esperavam dele. A trama de Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge acontece oito anos depois dos eventos do filme anterior. Gotham City está em paz e parece não precisar mais de seu herói mascarado. Bruce Wayne (Christian Bale), recluso em sua mansão, volta à ação para enfrentar a ameaça de Bane (Tom Hardy). No meio do caminho, Selina Kyle (Anne Hathaway), uma ladra extremamente hábil, aparece também. Nolan se inspirou nos melhores arcos narrativos do Batman nos quadrinhos para criar o seu Batman. Ele tem elementos de Bob Kane, Neal Adams, Jim Aparo, Marshall Rogers, Frank Miller e Alan Moore. E, apesar de todas essas referências, Nolan conseguiu imprimir uma marca própria e dá um senso de realidade que o herói nunca experimentou nas HQs. Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge tem falhas e poderia ter sido mais ousado. Paradoxalmente, quando Nolan desfrutava de mais poder para realizar um filme do jeito que achasse melhor, ele terminou por dirigir seu filme mais comportado, além de carregado de concessões que não fazem muito sentido em se tratando de um cineasta de seu porte e talento. Apesar disso, este fechamento da trilogia é satisfatório na maneira como conclui a história iniciada em Batman Begins e deixa clara a ideia da força do símbolo, e não do homem, defendida desde o começo por Nolan. Diz a lenda que o roteiro original previa a volta do Coringa e teria um desdobramento diferente. No entanto, a morte prematura do ator Heath Ledger provocou drásticas mudanças. Trata-se de uma história que nunca virá à tona por completo.
BATMAN: O CAVALEIRO DAS TREVAS RESSURGE (The Dark Knight Rises – EUA 2012). Direção: Christopher Nolan. Elenco: Christian Bale, Gary Oldman, Tom Hardy, Joseph Gordon-Levitt, Anne Hathaway, Michael Caine, Morgan Freeman, Marion Cotillard e Matthew Modine. Duração: 165 minutos. Distribuição: Warner.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

3 respostas

  1. verdade, Marden. apesar de ser uma leiga nas técnicas do cinema, consegui enxergar essas falhas no filme. parece mesmo que o diretor preferiu caminhos mais seguros. não sei como é dirigir una pelicula, mas imagino que a pressão para que essa trilogia terminasse de forma magnífica não deva ter sido fácil de administrar. eu ficaria com medo de fazer cagada e talvez optasse pelos caminhos que não tem erro. vai saber. beijo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES