FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

AMARGO PESADELO

O cineasta inglês John Boorman iniciou sua carreira no final dos anos 1950 como cinegrafista e depois diretor de documentários da BBC. Na segunda metade da década seguinte migrou para o cinema ao dirigir o longa À Queima-Roupa, com Lee Marvin. Na sequência, realizou Inferno no Pacífico, também com Marvin, ao lado do japonês Toshiro Mifune. Amargo Pesadelo é seu quarto longa e um dos mais populares de sua filmografia, ao lado de Excalibur, de 1981. Baseado no livro de James Dickey, que também escreveu o roteiro, acompanhamos uma aventura de fim de semana de quatro amigos. Ed (Jon Voight), Lewis (Burt Reynolds), Bobby (Ned Beatty) e Drew (Ronny Cox) querem fazer um último passeio pelas corredeiras de um rio, antes que elas desapareçam por conta da construção de uma hidrelétrica. A viagem que prometia ser divertida, se transforma, literalmente, no que revela o título nacional. A experiência de Boorman como documentarista confere ao filme um sentido de realidade assustador. Temos aqui uma aventura sem as amarras que existem hoje: tensa, intensa, violenta, adulta e politicamente incorreta. Além da força da história e da direção segura, o elenco convence em todas as cenas e a bela fotografia de Vilmos Zsigmond se encarrega do resto.
AMARGO PESADELO (Deliverance – EUA 1972). Direção: John Boorman. Elenco: Jon Voight, Burt Reynolds, Ned Beatty, Ronny Cox, Ed Ramey, Billy Redden e Bill McKinney. Duração: 109 minutos. Distribuição: Warner.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES