FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

A ESPOSA DE TCHAIKOVSKY

Em mais de 30 anos de carreira, o roteirista e diretor russo Kirill Serebrennikov tem construído uma sólida filmografia tanto no cinema como na televisão de seu país. A Esposa de Tchaikovsky, que ele escreveu e dirigiu em 2022, parte de um fato, no caso, o tumultuado relacionamento entre o famoso compositor clássico do título, interpretado por Odin Lund Biron, com Antonina Miliukova, papel de Alyona Mikhailova. Ela era obcecada por ele, que aceitou se casar para por um fim nos boatos sobre sua sexualidade. O filme de Serebrennikov começa no ano de 1893 e depois segue por um longo flashback que inicia em 1872, quando os dois se conhecem. Já na sequência de abertura o diretor deixa evidente a opção pelo surreal e o estudo que apresenta do casal central é psicologicamente mais amplo do que a história oficial convencionou relatar. Aquele casamento parecia ser a melhor solução. Especialmente para Antonina. Mas o filme nos conduz pela sinuosa e imprevisível estrada que ele se tornou. E isso faz toda a diferença.

A ESPOSA DE TCHAIKOVSKY (Zhena Chaikovskogo – Rússia/França/Suíça 2022). Direção: Kirill Serebrennikov. Elenco: Alyona Mikhailova, Odin Lund Biron, Filipp Avdeev, Yuliya Aug, Ekaterina Ermishina, Natalya Pavlenkova e Vladimir Mishukov. Duração: 143 minutos. Distribuição: Imovision.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES