FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

X-MEN: DIAS DE UM FUTURO ESQUECIDO

Se hoje filme baseado em histórias em quadrinhos é um gênero cinematográfico e as adaptações são respeitadas pelos fãs, muito disso se deve ao cineasta Bryan Singer, que dirigiu em 2000 a primeira adaptação cinematográfica dos X-Men. Dois anos depois, veio a continuação, X-Men 2, e o sucesso foi maior ainda. Estava estabelecido uma fórmula certeira para adaptações de histórias em quadrinhos. Agora, 12 anos depois, o mesmo Singer que começou toda essa onda, volta à franquia dos mutantes com X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido. O roteiro, escrito por Simon Kinberg, Jane Goldman e Matthew Vaughn, é baseado na famosa saga dos quadrinhos de autoria de Chris Claremont e John Byrne. A intenção com este novo filme é colocar um pouco de ordem na cronologia dos mutantes. Não é exagero afirmar que X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido é o melhor de todos os filmes envolvendo a equipe de alunos do Professor Xavier. Tudo está bem dosado. Há muita ação, efeitos especiais espetaculares, humor, suspense e algo que é muito caro em histórias fantásticas: uma viagem no tempo. A trama começa no futuro, por volta do ano de 2023. Os mutantes foram quase todos dizimados pelos Sentinelas, robôs gigantes criados por Bolívar Trask (Peter Dinklage). Em 1973, o cientista é assassinado por Mística (Jennifer Lawrence) e isso faz com que as coisas tomem um novo rumo. A única solução possível para evitar aquele futuro sombrio é voltar no tempo e impedir a morte de Trask. Para isso, Xavier (Patrick Stewart) e Magneto (Ian McKellen), utilizando o poder de Cisne Negro (Ellen Page), enviam a consciência de Wolverine (Hugh Jackman) para o corpo dele no passado. A missão: unir os jovens Xavier (James McAvoy) e Magneto (Michael Fassbender) em torno de uma causa comum: a própria sobrevivência da raça mutante. Singer segue a trilha aberta por Matthew Vaughn em X-Men: Primeira Classe, de 2011, que se passava no ano de 1963 e fazia uso de acontecimentos reais, como a crise dos mísseis em Cuba, para inserir suas personagens. Desta vez, a “realidade” aparece na famosa reunião que aconteceu em Paris, em 1973, para discutir o fim da Guerra do Vietnã. Entre os muitos “achados” de X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido, um merece destaque: as cenas que envolvem o mutante Mercúrio (Evan Peters). Ele tem o poder da velocidade e sua participação na trama, além de empolgante, é muito engraçada e criativa. Em tempo: fique até o final. Depois dos créditos aparece uma cena que antecipa o inimigo dos X-Men no próximo filme.
X-MEN: DIAS DE UM FUTURO ESQUECIDO (X-Men: Days of Future Past – EUA 2014). Direção: Bryan Singer. Elenco: Hugh Jackman, James McAvoy, Patrick Stewart, Michael Fassbender, Ian McKellen, Jennifer Lawrence, Halle Berry, Nicholas Hoult, Peter Dinklage, Ellen Page, Anna Paquin, Shawn Ashmore, Evan Peters, Omar Sy, Daniel Cudmore, Bingbing Fan, Adan Canto e Josh Helman. Duração: 130 minutos. Distribuição: Fox.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES