FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

VIOLENTO E PROFANO

Único filme dirigido pelo ator inglês Gary Oldman, Violento e Profano, também escrito por ele, se baseia em experiências que ele vivenciou e/ou observou quando era jovem e morava com sua família na região sul de Londres. Filho de operários, Oldman cresceu em um ambiente cercado de drogas e álcool e seu filme mostra este universo sem enfeites. No centro da trama, Raymond (Ray Winstone, em desempenho soberbo), um trabalhador alcoólatra e viciado em drogas, que leva uma vida sem perspectivas. Ele vive em uma pequena casa de um bairro pobre da periferia de Londres com sua esposa Valerie (Kathy Burke), que está grávida. Com eles vive Billy (Charlie Creed-Miles), cunhado de Raymond e também viciado em drogas. Os dois passam as noites pelos bares de striptease da região. Oldman mostra suas personagens sob uma pressão constante. Há momentos no filme em que eles parecem não ter mais nem ar para respirar. Tenso e carregado de um realismo impactante, Violento e Profano, revela um diretor-roteirista maduro e em pleno domínio de seu ofício, algo raro em trabalhos de estreia. Uma curiosidade: o título original, Nil by Mouth, pode ser traduzido de duas maneiras: 1) é um termo que consta de alguns medicamentos que “não podem ser ingeridos por via oral” ou 2) significa simplesmente “em jejum”.
VIOLENTO E PROFANO (Nil by Mouth – Inglaterra 1997). Direção: Gary Oldman. Elenco: Ray Winstone, Edna Dore, Kathy Burke, Laila Morse, Jamie Foreman e Charlie Creed-Miles. Duração: 128 minutos. Distribuição: Lume.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

3 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES