FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

TROPA DE ELITE 2 – O INIMIGO AGORA É OUTRO

Em tempo real, apenas três anos separam os dois Tropa de Elite, ambos dirigidos por José Padilha. Na cronologia dos filmes, mais de uma década se passou entre eles. O Capitão Nascimento (Wagner Moura) agora é Tenente Coronel. Em decorrência de uma ação em um presídio, é desligado do BOPE. No entanto, sua popularidade faz com que ele “caia pra cima” e passe a trabalhar na Secretaria de Segurança Pública do Rio de Janeiro. Nascimento não é mais o mesmo. Seus oponentes também não. O próprio subtítulo de Tropa de Elite 2 já deixa isso bem claro. O roteiro foi escrito por Padilha e Bráulio Mantovani, a partir de uma história criada pelos dois, em parceria com Rodrigo Pimentel, ex-policial do BOPE e autor do livro A Elite da Tropa, que deu origem ao primeiro filme. A equipe criativa responsável pelos filmes conseguiu o difícil feito de realizar uma parte 2 superior à parte 1. E olha que o filme original continua muito bom. A diferença é o tom trágico, quase shakespeareano, que predomina agora. Nascimento tem um oponente, se é que podemos chamá-lo assim, na figura de Diogo Fraga (Irandhir Santos). Professor e defensor dos direitos humanos, Fraga é designado para intermediar as negociações com os detentos e termina justamente no meio do fogo-cruzado que se estabelece no presídio. A partir dos acontecimentos deste dia, toda a narrativa se move e transforma as vidas das personagens. Padilha é um hábil diretor de atores e de cenas de ação e conta aqui com um elenco de grandes atores, seja nos papéis principais, como é o caso de Wagner e Irandhir, seja nos papéis secundários, onde se destacam André Mattos (Fortunato), Sandro Rocha (Major Rocha) e Seu Jorge (Beirada). Tropa de Elite 2 foi também o filme certo no momento certo. Não por acaso, se tornou a produção brasileira de maior sucesso de público da história, com mais de onze milhões de espectadores, somente nos cinemas. Uma curiosidade: o homem que puxa a salva de palmas ao Coronel Nascimento na cena do restaurante é interpretado pelo próprio Rodrigo Pimentel.
TROPA DE ELITE 2 – O INIMIGO AGORA É OUTRO (Brasil 2010). Direção: José Padilha. Elenco: Wagner Moura, Irandhir Santos, André Ramiro, Milhem Cortaz, Maria Ribeiro, Sandro Rocha, André Mattos, Tainá Müller, Seu Jorge, Adriano Garib, Emílio Orciollo Neto, Rodrigo Candelot e Julio Adrião. Duração: 115 minutos. Distribuição: Vinny Filmes.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

3 respostas

  1. Tão bom quanto o primeiro, um daqueles pra entrar na lista das continuações que não decepcionaram ou até superam a obra original.

    E quem não comentar esse post do Marden por favor… “PEDE PRA SAIR!”

    😉

    jopz

  2. O filme vai bem – vai muito bem! – até os últimos 5 minutos, que é quando o Padilha derrapa e modifica a persona do herói, lhe dando aquilo que uma grande história não merece ter: uma redenção. Mas é algo corriqueiro nos últimos anos no cinema popular. É um “deus ex machina” velado. Poupar o espectador de uma dor maior faz com que se perca a chance da sublimação.
    Fora isso, curto demais os dois filmes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES