FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

SILVERADO

O diretor e roteirista Lawrence Kasdan chamou a atenção nos primeiros anos da década de 1980, quando escreveu os roteiros de O Império Contra-Ataca e Os Caçadores da Arca Perdida. Como diretor, ele tinha o objetivo revisitar e atualizar gêneros clássicos de Hollywood. Fez isso em seu filme de estréia, Corpos Ardentes, um film noir moderno, e em O Reencontro, um drama intimista. Em seu terceiro trabalho como diretor ele faz uma homenagem ao mais americano dos gêneros cinematográficos, o faroeste. Em Silverado, todos os elementos clássicos do western se fazem presentes. Na história, quatro cavaleiros se conhecem e se juntam de maneira involuntária e chegam à cidade de Silverado, onde enfrentam um xerife corrupto e um ladrão de terras que controlam com mão de ferro o lugar. Kasdan tem um olhar carinhoso para com o velho oeste. Seu filme tem humor, duelos ao por-do-sol, vilões cruéis e sanguinários e heróis rápidos no gatilho. Uma diversão garantida para quem gosta de uma boa aventura. Uma curiosidade: Kasdan teve que cortar a participação da personagem de Kevin Costner em O Reencontro e, para compensar, deu um papel de destaque a ele neste filme.
SILVERADO (Silverado – EUA 1985). Direção: Lawrence Kasdan. Elenco: Kevin Kline, Scott Glenn, Danny Glover, Kevin Costner, Brian Dennehy, Jeff Goldblum, John Cleese, Linda Hunt e Rosanna Arquette. Duração: 132 minutos. Distribuição: Sony.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

2 respostas

  1. Os anos 80 fizeram bem para diversos estilos – inclusive para o cinema faroeste, sempre em “ressurgimento”. A criatividade e o despojo de diversas cenas do filme dão o tom que essa década influenciou na estética de diversos estilos. A saída de costas de Costner (meio cacofônico, sei) do saloon e atirando simultaneamente em duas direções é um bom exemplo do entretenimento que permeia a obra.

  2. Concordo, os anos 1980 fizeram um bem danado ao cinema… o que não aconteceu com a moda [lembram das ombreiras e dos cortes de cabelo “new wave”?… arrggghhhhhh!]. Silverado é daqueles filmes que, acertadamente, chamamos de “bang-bang”!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES