FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

OS INVASORES DE CORPOS

É quase correto afirmar que cada geração tem a versão de “invasores de corpos” que merece. A primeira versão, Vampiros de Almas, de 1956, foi dirigida por Don Siegel, com Kevin McCarthy no papel principal. 22 anos depois, o cineasta Philip Kaufman refilmou esta história. O título original continuava o mesmo, mas, no Brasil, o filme recebeu uma tradução mais literal: Os Invasores de Corpos. A nova versão teve roteiro de W.D. Richter e se inspirou também no romance de Jack Finney. A ação acontece em São Francisco, onde Matthew Bennell (Donald Sutherland), que trabalha como inspetor do serviço de saúde, junto com uma colega de trabalho, Elizabeth Driscoll (Brooke Adams), começam a perceber que as pessoas ao redor deles estão se comportando de maneira bem diferente do normal. Os Invasores de Corpos pode ser visto como metáfora de uma sociedade cada vez mais alheia aos sentimentos. Kaufman é hábil na condução da trama e estabelece o clima certo de crítica social, suspense e pavor que a história exige. Aproveita também para homenagear o filme original ao colocar Don Siegel (dirigindo um táxi) e Kevin McCarthy (um homem pedindo ajuda) em participações especiais. Em tempo, as outras duas versões são: Os Invasores de Corpos – A Invasão Continua, de 1993, com direção de Abel Ferrara, e Invasores, de 2007, dirigido por Oliver Hirschbiegel. Ambas inferiores.
OS INVASORES DE CORPOS (Invasion of the Body Snatchers – EUA 1979). Direção: Philip Kaufman. Elenco: Donald Sutherland, Brooke Adams, Jeff Goldblum, Veronica Cartwright, Leonard Nimoy e Art Hindle. Duração: 115 minutos. Distribuição: Classicline.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

3 respostas

  1. Marden, um comentário usual acerca do filme original dos anos 50 é que ele se inseria no clima da Guerra Fria, e os “invasores” seriam comunistas infiltrando-se subrepticiamente na sociedade americana, mudando comportamentos e tornando as pessoas “insensíveis” e “autômatos”.
    Nunca vi o filme original, mas sempre gostei desse remake com o Donald Sutherland.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES