FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

O INCRÍVEL HOMEM QUE ENCOLHEU

Jack Arnold havia dirigido um dos clássicos de terror da Universal, O Monstro da Lagoa Negra, em 1954. Mas, foi com este O Incrível Homem Que Encolheu, realizado três anos depois, que ele atingiu o patamar de mestre do gênero fantástico. Suas principais obras se concentram na década de 1950. Depois, ele migrou para a televisão, onde dirigiu durante 25 anos inúmeros episódios de seriados. Com roteiro de Richard Matheson, adaptado de seu próprio romance, o filme conta a história de Scott Carey (Grant Williams). Certo dia, durante um passeio de barco, ele passa por uma misteriosa nuvem carregada de partículas brilhantes. A partir daí, ele começa a encolher e enfrenta perigos nunca antes imaginados. O simples fato de colocar um homem minúsculo em confronto com criaturas gigantes em um cenário de proporções assustadoras já garante a diversão. Porém, Arnold vai bem além e nos apresenta uma trama bem mais complexa do que aparenta. Os efeitos especiais, mesmo passado tanto tempo, continuam fabulosos. Sem contar o final arrebatador e poético que o roteiro nos reserva. Por mais que soe paradoxal, O Incrível Homem Que Encolheu é filme de gente grande.

O INCRÍVEL HOMEM QUE ENCOLHEU (The Incredible Shrinking Man – EUA 1957). Direção: Jack Arnold. Elenco: Grant Williams, Randy Stuart, April Kent, Paul Langton, Raymond Bailey e Helen Marshall. Duração: 81 minutos. Distribuição: Cult Classic.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES