FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

HERÓI

Foi preciso que Quentin Tarantino endossasse o lançamento de Herói, filme dirigido em 2002 pelo chinês Zhang Yimou, para que o grande público do Ocidente tivesse acesso a este belo trabalho que estava limitado aos festivais de cinema. Estamos diante de um filme de arte de artes marciais. Na trama, acompanhamos a saga de um guerreiro Sem Nome (Jet Li), que no Século III A.C., chega à corte do imperador De-Qin (Chen Dao Ming), governante de um dos sete reinos nos quais a China está dividida. Sem Nome apresenta as armas de três assassinos que juraram matar o soberano. Ele garante ter matado todos eles e exige sua recompensa. Desconfiado, o rei pede que o guerreiro relate cada um de seus feitos e cada nova história é contada com uma cor diferente. Herói é um filme que encanta os olhos, a mente e o coração. Belissimamente fotografado por Christopher Doyle, que já havia trabalhado com Wong Kar-Wai em Amor à Flor da Pele, o visual requintado do filme é o que primeiro chama nossa atenção. Além disso, temos as lutas tão magnificamente coreografadas que mais parecem um balé de artes marciais. E para completar, um roteiro muito bem escrito que faz referência ao clássico Rashomon, de Akira Kurosawa, e um elenco de atores fabuloso. Zhang Yimou, mais conhecido por seus trabalhos intimistas, revelou com este filme que também sabe lidar com temas épicos.
HERÓI (Ying Xiong – China 2002). Direção: Zhang Yimou. Elenco: Jet Li, Maggie Cheung, Tony Leung Chiu-Wai, Zhang Ziyi, Donnie Yen, Man Yuk, Chen Dao Ming e Jin Ming. Duração: 99 minutos. Distribuição: Buena Vista.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

4 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES