FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

BUSCA FRENÉTICA

Houve uma época em que Harrison Ford era o mais importante ator de filmes de ação do cinema. Um tempo em que ele era conhecido e reconhecido como o “astro do século”. Uma época em que ele era mais criterioso na escolha dos projetos com que se envolvia. Busca Frenética, produção americana rodada na França pelo renomado cineasta polonês Roman Polanski é dessa safra de bons filmes estrelados por Ford. Na trama, ele vive o Dr. Richard Walker, um famoso médico que retorna à Paris com a esposa Sondra (Betty Buckley). Foi na capital francesa que passaram a lua-de-mel. Misteriosamente, sua mulher desaparece do hotel, e ele, de repente, encontra-se sozinho em uma cidade desconhecida e sem pista alguma da esposa. Polanski dirige com mão firme este suspense inspirado claramente em Hitchcock. É a clássica história de um homem comum enfrentando uma situação fora do normal. Acompanhamos o desespero do Dr. Walker por uma Paris que não costuma aparecer nos cartões postais. Destaque para a bela esposa do diretor, a atriz Emmanuelle Seigner, no papel de Michelle. Preste atenção em alguns diálogos do filme, em especial quando o médico está na delegacia; depois, em um clube noturno procurando pela esposa, a “senhora branca”; e principalmente, quando ele, pelado e segurando um urso de pelúcia diz: “eu sou americano e eu sou louco”. Por conta do que Harrison Ford representa para o cinema de ação, essa última sequência sozinha torna o filme impagável.

BUSCA FRENÉTICA (Frantic – EUA 1988). Direção: Roman Polanski. Elenco: Harrison Ford, Betty Buckley, Emmanuelle Seigner, Djiby Soumare, Dominique Virton, Gérard Klein, Stéphane D’Audeville, Laurent Spielvogel, Alain Doutey e Jacques Ciron. Duração: 120 minutos. Distribuição: Warner.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES