FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

A TERCEIRA GERAÇÃO

Você sabe que está diante de um grande artista e de uma obra-prima quando percebe se tratar de um material atemporal. Ou que antecipa o futuro a partir de uma reflexão do presente. É essa a sensação que eu tive após assistir ao filme A Terceira Geração, que o alemão Rainer Werner Fassbinder escreveu e dirigiu em 1979, pouco antes de sua obra maior Berlin Alexanderplatz. Sátira mordaz ao terrorismo praticado na Alemanha dos anos 1970, o filme é dividido em seis atos e critica diretamente o grupo Baader-Meinhof. Mas não só ele. O diretor lança seu olhar contra diversos outros grupos que adotam ações extremistas e praticam a violência sem justificativa alguma. Algo que já valia para aquela época e, infelizmente, continua valendo nos dias atuais. Fassbinder, que morreu muito jovem aos 37 anos, deixou uma obra rica e complexa. Sua visão de mundo, única e provocadora, não permite, em alguns casos, a utilização de sutilezas. Ele vai direto ao assunto e aperta o calo ou a ferida de uma sociedade corrompida. Assim é A Terceira Geração, um filme que nos perturba e abre nossos olhos para uma triste realidade que ainda nos cerca. Só os gênios conseguem realizar obras assim.

A TERCEIRA GERAÇÃO (Die Dritte Generation – Alemanha 1979). Direção: Rainer Werner Fassbinder. Elenco: Volker Spengler, Eddie Constantine, Hanna Schygulla, Harry Baer e Udo Kier. Duração: 111 minutos. Distribuição: Lume Filmes.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES