FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

A PRINCESINHA

O premiado diretor mexicano Alfonso Cuarón começou sua carreira em 1983, ano em que dirigiu três curtas. Depois disso, trabalhou um período na televisão, até realizar, em 1991, Amor no Tempo de Histeria, seu primeiro longa. A Princesinha, dirigido quatro anos depois, foi seu segundo longa e o primeiro feito nos Estados Unidos. O roteiro, escrito por Richard LaGravenese e Elizabeth Chandler, é uma adaptação do romance de mesmo nome, de Frances Hodgson Burnett, mesma autora de O Jardim Secreto. Tudo gira em torno da menina Sara Crewe (Liesel Matthews). Ela é órfã de mãe e como seu pai vai lutar na guerra, ela é matriculada em um internato de Nova York. Sua imaginação fértil cativa todos ao seu redor. Apesar das adversidades que ela enfrenta. A direção habilidosa e criativa de Cuarón estabelecem uma narrativa envolvente. Há também o impressionante trabalho da jovem Matthews, então com dez anos, que faz toda a diferença. A Princesinha, apesar de não ter sido um sucesso de público, abriu as portas do mercado internacional para o diretor.

A PRINCESINHA (A Little Princess – EUA 1995). Direção: Alfonso Cuarón. Elenco: Liesel Matthews, Errol Sitahal, Vincent Schiavelli, Eleanor Bron, Liam Cunningham, Rusty Schwimmer, Arthur Malet e Vanessa Lee Chester. Duração: 98 minutos. Distribuição: Warner.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES