FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

O IMPOSSÍVEL

O cineasta espanhol Juan Antonio Bayona tinha no currículo apenas alguns curtas e vídeos musicais quando foi convidado por Guillermo Del Toro para dirigir o filme de terror O Orfanato, em 2007. Cinco anos depois ele realizou seu segundo longa, O Impossível. Baseado na história real do casal Maria e Henry, o roteiro, escrito por Sergio G. Sánchez, narra o drama vivido pela família Bélon, que, em férias na Tailândia, é atingida por um tsunami. Na manhã do dia 26 de dezembro de 2004, o casal, com três filhos, estava em uma das piscinas do luxuoso hotel quando a grande onda mudou suas vidas. A história, por mais incrível que pareça, aconteceu como mostrada no filme. A família foi separada em duas e cada grupo não sabia o havia acontecido com o outro. A mãe, Maria (Naomi Watts), ficou com o filho mais velho, Lucas (Tom Holland). O pai, Henry (Ewan McGregor), salvou os dois mais novos, Thomas (Samuel Joslin) e Simon (Oaklee Pendergast). O filme se concentra mais no drama da mãe e Naomi Watts, em intenso desempenho, transmite toda a dor e força de uma mulher que enfrenta uma situação das mais adversas para manter-se viva e salvar o filho. O Impossível revela um Bayona maduro e preciso na condução de um drama repleto de momentos que poderiam facilmente despencar para clichês mais do que batidos em histórias de superação como essa. Felizmente, não é o que acontece.  
O IMPOSSÍVEL (Lo Imposible – Espanha/EUA 2012). Direção: Juan Antonio Bayona. Elenco: Naomi Watts, Ewan McGregor, Tom Holland, Samuel Joslin, Oaklee Pendergast, Geraldine Chaplin e Soenke Mohring. Duração: 114 minutos. Distribuição: Paris Filmes.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES