FILME DO DIA

E-BOOK

CINEMARDEN VAI AO OSCAR

O HOMEM CORDIAL

Com mais de duas décadas de carreira, o cineasta brasiliense Iberê Carvalho já realizou curtas, séries de TV e dois longas. O segundo deles, O Homem Cordial, pronto desde 2019 e lançado quatro anos depois, é preciso na maneira como retrata a sociedade brasileira. O roteiro, escrito pelo diretor junto com Pablo Stoll Ward, gira em torno do músico Aurélio Sá (Paulo Miklos), vocalista de uma banda de punk rock que fez muito sucesso no passado. Sua rotina muda drasticamente após a viralização de um vídeo feito por um celular. Ele passa a ser perseguido e acusado de ter sido o responsável pela morte de um policial. O que ele nega veementemente, sem sucesso. Surge então a jornalista Helena (Dandara de Morais). Ela está disposta a ajudá-lo e também a encontrar o menino Mateus (Felipe Kenji), vítima de preconceito racial. A câmera de Iberê Carvalho segue os passos de Aurélio e depois os de Helena com vigor documental pela noite de São Paulo. O olhar urgente do cineasta e o desempenho realista de Miklos, que vem se revelando um ator cada vez melhor fazem de O Homem Cordial um filme necessário. A abordagem que ele faz é direta e cruel, mas verdadeira.  

O HOMEM CORDIAL (Brasil 2019). Direção: Iberê Carvalho. Elenco: Paulo Miklos, Dandara de Morais, Thaíde, Thalles Cabral, André Deca, Bruno Torres, Theo Werneck, Felipe Kenji e Fernanda Rocha. Duração: 83 minutos. Distribuição: O2 Play.

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS POSTAGENS

ASSINE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES