BEM-VINDA, VIOLETA

Filme do dia, Slider

O roteirista, produtor e diretor paulista Fernando Fraiha trabalha com audiovisual desde 2008. Nesse período, realizou curtas e séries de TV. Dentre os trabalhos que dirigiu, o mais conhecido é a série Choque de Cultura. No cinema, Fraiha fez dois longas: La Vingança, em 2016, e este Bem-Vinda, Violeta, em 2022. O roteiro, escrito pelo próprio diretor junto com Inés Bortagaray, tem por inspiração o romance Cordilheira, de Daniel Galera. A história gira em torno de Ana (Débora Falabella), que se inscreve em um laboratório literário com o objetivo de finalizar um livro. Ela e os demais membros do grupo passam a conviver em uma casa na Patagônia argentina com o instrutor Holden (Darío Grandinetti), criador de um método onde os escritores precisam abandonar suas vidas para viver como se fossem as personagens que criaram. Dividido em capítulos, Bem-vinda, Violeta acompanha a trajetória de Ana enfrentando seus demônios interiores em busca de algo que talvez nem ela saiba. E ao fazê-lo, a linha entre o real e o ficcional é rompida completamente. Fraiha nos propõe um difícil e angustiante debate que talvez afaste parte do público. No entanto, quem seguir até o fim encontrará farto material para reflexão.

BEM-VINDA, VIOLETA (Brasil/Argentina 2022). Direção: Fernando Fraiha. Elenco: Débora Falabella, Darío Grandinetti, Germán de Silva, María Ucedo, Pablo Sigal, Mariano Sayavedra e Freddy Johnston. Duração: 110 minutos. Distribuição: Vitrine Filmes.

MEU CANAL

ÚLTIMOS PODCASTS

Last modified: 4 de maio de 2023

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

tabela de preço digitaltabela de preço açouguemídia indoortabela digitaltabela de preços digital para supermercadosmidia indoor software