ERA UMA VEZ UM SONHO

Filme do dia, Slider

Os trailers existem para chamar nossa atenção para um determinado produto audiovisual. Pode ser um filme, uma série ou um videogame. Normalmente, eles são muito bons, pois procuram destacar o melhor do que está sendo mostrado. A sensação que eu tive ao assistir ao trailer de Era Uma Vez Um Sonho foi de grande expectativa. A direção do premiado Ron Howard e as atrizes Amy Adams e Glenn Close à frente do elenco pareciam garantir um grande espetáculo, tipo “filme com cara de Oscar”. Mas, como bem sabemos, algumas promessas nem sempre são cumpridas. É o que, infelizmente, acontece aqui. Os problemas começam no roteiro, escrito por Vanessa Taylor, baseado no livro autobiográfico de J.D. Vance, que é vivido no filme pelos atores Owen Asztalos (adolescente) e Gabriel Basso (adulto). Não há sutileza alguma e muito menos um adequado desenvolvimento das personagens e das situações. Ron Howard, por sua vez, entrega uma direção preguiçosa que não procura superar as deficiências que constam do roteiro. As atrizes, em especial Amy Adams, está um pouco acima do tom. Infelizmente, Era Uma Vez Um Sonho é um filme que se assiste sem o devido envolvimento emocional, algo imprescindível nesse tipo de história. Uma pena, já que havia grande potencial para um forte drama familiar.

ERA UMA VEZ UM SONHO (Hillbilly Elegy – EUA 2020). Direção: Ron Howard. Elenco: Amy Adams, Glenn Close, Gabriel Basso, Haley Bennett, Freida Pinto, Bo Hopkins, Owen Asztalos, Jesse C. Boyd e Stephen Kunken. Duração: 116 minutos. Distribuição: Netflix.

MEU CANAL

ÚLTIMOS PODCASTS

Last modified: 12 de dezembro de 2020

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

tabela de preço digitaltabela de preço açouguemídia indoortabela digitaltabela de preços digital para supermercadosmidia indoor software