A MULHER DO LADO

Filme do dia, Slider

François Truffaut sempre foi um cineasta que amava o cinema e as mulheres. Essas duas paixões podem ser facilmente constatadas em sua filmografia. E estão juntas em seus dois derradeiros trabalhos como diretor: De Repente Num Domingo, de 1983, e este A Mulher do Lado, de 1981. Ambos estrelados pela atriz Fanny Ardent, com quem o cineasta viveu seus últimos anos. Com roteiro do próprio diretor, junto com Suzanne Schiffman e Jean Aurel, acompanhamos aqui a história de Bernard (Gérard Depardieu) e Mathilde (Ardant), ex-amantes que se reencontram anos depois, agora casados e na condição de vizinhos. No passado, a relação que tiveram foi intensa e terminou de maneira abrupta. Há nos filmes de Truffaut uma simplicidade e ao mesmo tempo uma complexidade comoventes. Isso faz com que ele trabalhe diversas situações clichês de uma maneira bastante criativa. É como se ele utilizasse os lugares comuns para nos tirar dos lugares comuns que costumam pontuar histórias como esta. A Mulher do Lado apresenta conflitos, e soluções para os mesmos, de uma maneira que somente seriam possíveis em um filme de Truffaut. Reside aí a genialidade desta obra e o talento de seu diretor.

A MULHER DO LADO (La Femme d’à Côté – França 1981). Direção: François Truffaut. Elenco: Gérard Depardieu, Fanny Ardant, Henri Garcin, Michèle Baumgartner, Roger Van Hool, Philippe Morier-Genoud e Véronique Silver. Duração: 106 minutos. Distribuição: Versátil.

MEU CANAL

ÚLTIMOS PODCASTS

Last modified: 13 de agosto de 2018

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

tabela de preço digitaltabela de preço açouguemídia indoortabela digitaltabela de preços digital para supermercadosmidia indoor software