O EVANGELHO SEGUNDO SÃO MATEUS

Filme do dia

O cineasta italiano Pier Paolo Pasolini, antes de se envolver com o Cinema, foi poeta, novelista e professor. Homossexual assumido e contestador por natureza, o artista teve uma vida solitária e tumultuada. Seus poemas, segundo o crítico literário americano Harold Bloom, eram a voz da poesia do século XX. Quase todos os seus filmes questionam as convenções sociais e o poder estabelecido, qualquer poder. Por isso, causa até estranhamento que uma das mais belas versões cinematográficas da vida de Jesus Cristo tenha sido dirigida por ele. E, curiosamente, foi aprovada e abençoada pelo Vaticano. Como o próprio título já anuncia, O Evangelho de São Mateus, se inspira naquele que é considerado o mais belo dos Evangelhos. O roteiro, escrito pelo próprio Pasolini, apresenta o Filho de Deus com um olhar inocente, quase infantil. Não há deslumbramentos do diretor no momento dos milagres. Ele sabe que está lidando com espectadores fiéis e não há espaço aqui para uma discussão sobre a fé. Ou você tem ou você não tem. Simples assim. O ator Enrique Irazoqui, que interpreta Jesus, tem um semblante que realça sobremaneira sua humanidade. Vencedor do Prêmio Especial do Júri no Festival de Veneza, O Evangelho Segundo São Mateus é humilde, singelo e honesto. A edição da Versátil traz também farto material extra sobre a obra.

O EVANGELHO SEGUNDO SÃO MATEUS (Il Vangelo Secondo Matteo – Itália 1964). Direção: Pier Paolo Pasolini. Elenco: Enrique Irazoqui, Margherita Caruso, Susanna Pasolini e Marcello Morante. Duração: 138 minutos. Distribuição: Versátil.

MEU CANAL

ÚLTIMOS PODCASTS

Last modified: 30 de abril de 2015

Uma resposta para “O EVANGELHO SEGUNDO SÃO MATEUS”

  1. É Pasolini. Puro e simples: ter que ser visto!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

tabela de preço digitaltabela de preço açouguemídia indoortabela digitaltabela de preços digital para supermercadosmidia indoor software