2046 – OS SEGREDOS DO AMOR

Filme do dia

Quatro anos depois de ter realizado Amor à Flor da Pele, um de seus mais belos filmes, o cineasta chinês Wong Kar-Wai traz de volta a personagem de Chow Mo-Wan (Tony Leung Chiu Wai) neste 2046 – Os Segredos do Amor. Chow é jornalista e mora em Hong Kong. Desempregado, ele mora em um hotel  de quinta e vive de escrever romances baratos para ter algum dinheiro. Após a decepção amorosa vista no filme anterior, ele decide não se ligar mais a ninguém, apesar dos muitos romances que tem. A lembrança da senhora Chan (Maggie Cheung) ainda é forte. Ele está escrevendo uma história de ficção-científica que se passa no ano de 2046, coincidentemente, o mesmo número do seu quarto no hotel. Wong Kar-Wai é um diretor extremamente elegante, sutil e dono de um apurado senso visual. Perfeccionista no uso da iluminação e dos movimentos de câmara, Kar-Wai, também autor de seus roteiros, narra sua história sem pressa e com muita delicadeza. Não é imprescindível ter visto Amor à Flor da Pele antes para poder acompanhar 2046, mas, ajuda e, independente disso, vale muito a pena.2046 – OS SEGREDOS DO AMOR (2046 – China/Alemanha/França/Itália 2004). Direção: Wong Kar-Wai. Elenco: Tony Leung Chiu Wai, Gong Li, Maggie Cheung, Zhang Ziyi, Wong Faye e Kimura Takuya. Duração: 127 minutos. Distribuição: Europa Filmes.

MEU CANAL

ÚLTIMOS PODCASTS

Last modified: 11 de setembro de 2023

3 respostas para “2046 – OS SEGREDOS DO AMOR”

  1. Wong Kar-Wai, um dos nomes mais elegantes no cinema contemporâneo. E dono de filmes extraordinários.

  2. Lembro de ter visto esse filme na cinemateca e que, até os 50 min, não entendia nada do que acontecia em cena – eu não tinha visto a primeira parte.
    Ao final da obra, o sentimento de ter acompanhado um exemplo do que o cinema, e sé ele, é capaz de nos fazer. Uma obra belíssima!

  3. Lembro de ter visto esse filme na cinemateca e que, até os 50 min, não entendia nada do que acontecia em cena – eu não tinha visto a primeira parte.
    Ao final da obra, o sentimento de ter acompanhado um exemplo do que o cinema, e sé ele, é capaz de nos fazer. Uma obra belíssima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

tabela de preço digitaltabela de preço açouguemídia indoortabela digitaltabela de preços digital para supermercadosmidia indoor software