CORTINA DE FUMAÇA

Filme do dia


“Se você não puder dividir seus segredos com seus amigos, então que tipo de amigo é você?”, pergunta Auggie para Paul, que responde: “Exatamente… a vida não valeria a pena”. Cortina de Fumaça tem como cenário principal uma tabacaria. Muitos dos diálogos do filme giram em torno de cigarros e charutos. Mas isso, como o próprio título nacional já anuncia, é apenas uma distração. O filme, dirigido por Wayne Wang, um chinês radicado nos Estados Unidos, a partir de um roteiro do escritor nova iorquino Paul Auster, é uma ode à amizade. Auggie Wren (Harvey Keitel), é gerente de uma tabacaria no Brooklyn, em Nova York. Seu melhor cliente é o escritor Paul Benjamin (William Hurt), alter ego de Auster. Ao redor dos dois, orbitam diversas outras personagens e histórias. Auggie, todos os dias, no mesmo horário, bate uma foto da esquina de sua loja. Ele faz isso há anos. Paul precisa escrever um conto de Natal para uma revista e pede ao amigo que lhe conte uma história. É difícil descrever um filme como Cortina de Fumaça. As coisas acontecem de maneira sutil e envolvente. Sem pressa, o roteiro de Auster e a direção de Wang nos conduzem pelas vidas dessas pessoas que, de início, não conhecemos. Quando o filme termina, eles se tornaram nossos melhores amigos. Diálogos inspirados e personagens bem construídas são uma combinação infalível. De cara, você já aprende como medir o peso da fumaça. E no final, ao som da bela Innocent When You Dream, cantada por Tom Waits, somos brindados com um belo conto de Natal. E olha que ainda toca uma das melhores versões de Smoke Gets in Your Eyes, na voz de Jerry Garcia. Vencedor do Urso de Prata do Festival de Berlim de 1995, Cortina de Fumaça é daqueles filmes para se ter em casa e rever e rever e rever, sempre. Em tempo: logo após as filmagens, Paul Auster dirigiu junto com Wayne Wang, a partir de improvisos dos atores e de alguns outros convidados, uma continuação chamada Sem Fôlego, que é legal, mas, não tem o mesmo brilho. No DVD lançado no Brasil pela Editora Europa traz os dois filmes. 
CORTINA DE FUMAÇA (Smoke – EUA 1995). Direção: Wayne Wang. Elenco: Harvey Keitel, William Hurt, Stockard Channing, Harold Perrineau Jr., Forest Whitaker, Giancarlo Esposito e Ashley Judd. Duração: 108 minutos. Distribuição: Editora Europa.

MEU CANAL

ÚLTIMOS PODCASTS

Last modified: 30 de abril de 2015

3 respostas para “CORTINA DE FUMAÇA”

  1. Perdi as contas de quantas vezes eu assisti Cortina de Fumaça. Muitas delas, acompanhado por um Montecristo!

  2. Gosto imenso da falta de pressa no desenrolar da história e da amizade que nos abraça a todos, personagens e espectadores. Marden tem razão, é um filme de amigos. E os diálogos, meus caros, como são bem escritos!

  3. Marly disse:

    Eu também gostei deste filme e depois desta resenha fiquei com vontade de revê-lo. Para mim ele representa o triunfo da narrativa, do diálogo e da percepção das pequenas coisas da vida.
    É triste, engraçado e comovente. Como a vida, aliás, rsrs.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

tabela de preço digitaltabela de preço açouguemídia indoortabela digitaltabela de preços digital para supermercadosmidia indoor software