UM DOCE OLHAR

Filme do dia

O cinema turco é pouco conhecido no mundo e Semih Kaplanoglu é um dos seus mais destacados diretores. Um Doce Olhar, de 2010, que no original se chama simplesmente Bal (mel) é seu quinto filme e fecha a trilogia iniciada em 2007 com Süt (Leite) e Yumurta (Ovo), de 2008, ambos inéditos no Brasil. O roteiro, escrito por Kaplanoglu e Orçun Köksal, conta de Yakup (Erdal Besikçioglu), um apicultor que guarda sua colméias no topo das maiores árvores de uma floresta banhada pelo Mar Negro. Seu filho de seis anos, Yusuf (Bora Altas), o ajuda nas horas vagas. Certo dia, Yakup vai embora. As abelhas estão sumindo e ele sai em busca do motivo. Yusuf está aprendendo a ler e a escrever e não faz idéia que está prestes a viver sua maior aventura. A câmara de Kaplanoglu não tem pressa. Ela é contemplativa. Com seus movimentos lentos e suaves vamos acompanhando a jornada do garoto em uma história simples e sem grandes surpresas e reviravoltas. E talvez por isso mesmo ela seja bastante envolvente. Egresso da publicidade, Kaplanoglu sabe bem como utilizar as imagens para conduzir sua trama e o faz com uma naturalidade estonteante. Um Doce Olhar ganhou, em 2010, o Urso de Ouro do Festival de Berlim.
 
UM DOCE OLHAR (Bal – Turquia/Alemanha 2010). Direção: Semih Kaplanoglu. Elenco: Bora Altas, Erdal Besikçioglu, Özkan Akcay, Alev Uçarer, Ayse Altay e Tülin Özen. Duração: 110 minutos. Distribuição: Paris Filmes.

MEU CANAL

ÚLTIMOS PODCASTS

Last modified: 31 de agosto de 2021

Uma resposta para “UM DOCE OLHAR”

  1. Anotado; teu resumo já fez uma conquista, Marden. Obrigada pela dica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

tabela de preço digitaltabela de preço açouguemídia indoortabela digitaltabela de preços digital para supermercadosmidia indoor software