MINHA TERRA, ÁFRICA

Filme do dia

Claire Denis nasceu em Paris, mas se criou na África, onde sua família passou por diversos países devido ao trabalho de seu pai, oficial do exército francês. Formada em Cinema, iniciou a carreira trabalhando como assistente de Jacques Rivette, Jim Jarmusch, Costa-Gavras e Wim Wenders. Seu estilo é econômico e vigoroso. Suas histórias, aparentemente simples, carregam uma complexidade assustadora. E isso é visível em todos os fotogramas de Minha Terra, África. A partir do roteiro escrito pela própria diretora em parceria com Marie N’Diaye e Lucie Borleteau, acompanhamos um drama bem atual, as rebeliões em países africanos. Maria Vial (Isabelle Huppert) é dona de uma fazenda onde cultiva café. Indiferente ao perigo, ela se recusa a largar sua plantação e só pensa em concluir a colheita. Seu ex-marido, André (Christopher Lambert) teme por sua vida. Mas nada parece fazer Maria se render, demonstrar fraqueza ou covardia. A câmara de Denis está presente mostrando tudo o que acontece com as personagens e nunca toma partido. Aqui, não há mocinhos e bandidos. O filme, em momento algum, é maniqueísta. Denis monta sua trama como se fosse um imenso tabuleiro onde pessoas (ou seriam peças?), tentam defender seu espaço, seu lugar no mundo. A narrativa não segue em ordem cronológica, mas isso não deixa a trama confusa, pelo contrário, trabalha sempre a favor da história. E o que dizer do elenco? Ou melhor, o que dizer da atuação de Isabelle Huppert? Ela é simplesmente uma força da natureza. Não dá para imaginar outra atriz no seu lugar. Minha Terra, África é assim: direto, intenso, envolvente e arrebatador. Da mesma forma que Maria e seu continente.
MINHA TERRA, ÁFRICA (Matériel Blanc – França/Camarões 2009). Direção: Claire Denis. Elenco: Isabelle Huppert, Christopher Lambert, Nicolas Duvauchelle, Isaach De Bankolé e William Nadylam. Duração: 105 minutos. Distribuição: Imovision.

MEU CANAL

ÚLTIMOS PODCASTS

Last modified: 28 de agosto de 2021

2 respostas para “MINHA TERRA, ÁFRICA”

  1. Marcos Neves disse:

    Por cinco segundos cheguei a pensar que a diretora fosse a atriz Claire Daines. Isso me deixaria surpreso.

  2. Claire Denis é uma cineasta que vale a pena conferir, sempre.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

tabela de preço digitaltabela de preço açouguemídia indoortabela digitaltabela de preços digital para supermercadosmidia indoor software