KES

Filme do dia

Ken Loach é herdeiro direto da tradição inglesa do documentário e aplica isto de maneira soberba nos filmes que realiza. Todos eles carregados de forte teor político. Kes, que ele dirigiu em 1969, é seu segundo trabalho para cinema e é até hoje um de seus filmes mais populares. Acompanhamos aqui a história de um menino, Billy (David Bradley), que vive em um bairro pobre da cidade e sofre bullying tanto em casa como na escola. Para fugir daquela difícil realidade, ele encontra alento treinando um falcão, o Kes do título. Loach demonstra que seu estilo poético, porém, engajado, já estava presente no início de sua carreira. Kes, infelizmente, conta uma história que continua bastante atual. Tinha visto este filme ainda nos anos 1970, em uma sessão de cineclube. Recentemente o revi e curiosamente imaginei o álbum The Wall, do Pink Floyd, tocando no fundo, como se fosse parte da trilha sonora. Talvez essa sensação tenha surgido pela maneira que Loach retrata o sistema educacional, mostrado como autoritário e arbitrário. Divagações à parte, Kes exala poesia e protesto, beleza e revolta, trilhando o caminho futuro deste grande diretor que manteve-se fiel ao seu espírito contestador dos primeiros trabalhos.

KES (Kes – Inglaterra 1969). Direção: Ken Loach. Elenco: David Bradley, Freddie Fletcher, Lynne Perrie, Colin Welland, Brian Glover, Bob Bowes, Bernard Atha, Laurence Bould, Joey Kaye e Ted Carroll. Duração: 110 minutos. Distribuição: Lume.

MEU CANAL

ÚLTIMOS PODCASTS

Last modified: 28 de agosto de 2021

Uma resposta para “KES”

  1. Desculpem a aparente arrogância: qualquer Ken Loach é absolutamente obrigatório. Tenho dito!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

tabela de preço digitaltabela de preço açouguemídia indoortabela digitaltabela de preços digital para supermercadosmidia indoor software