CURVA DO DESTINO

Filme do dia

O cineasta Edgar G. Ulmer nasceu na República Tcheca e cresceu em Viena, na Áustria, onde trabalhou como ator e desenhista de cenários. Seu envolvimento com o Cinema começou cedo, aos 16 anos, quando cuidou da direção de arte do filme alemão O Golem, de 1920. Depois, Ulmer tornou-se assistente de F.W. Murnau e foi para Hollywood acompanhando o mestre quando este foi dirigir Aurora, em 1926. Lá ficou, e estreou como diretor de longa-metragem em 1933, com o filme Um Triste Prazer. Dentre pouco mais de 50 títulos que dirigiu, Curva do Destino, de 1945, é o mais famoso. O roteiro de Martin Goldsmith conta a história de Al Roberts (Tom Neal), um pianista de clubes noturnos de Nova York. Narrada em flashback, acompanhamos o drama deste homem que, com medo de ser acusado pela morte de um amigo, assume sua identidade e foge da polícia. A partir daí, as coisas fogem inteiramente do controle. Rodado em apenas seis dias e com um orçamento baixíssimo, Curva do Destino, apesar das visíveis deficiências que possui, tornou-se não só um clássico film noir, mas, também, um cult do cinema. Diz a lenda, não comprovada, que Ulmer auxiliou Fritz Lang na montagem dos cenários de Metrópolis e M – O Vampiro de Dusseldorf. Mas isso, é outra história.

CURVA DO DESTINO (Detour – EUA 1945). Direção: Edgar G. Ulmer. Elenco: Tom Neal, Anna Savage, Claudia Drake, Edmundo MacDonald, Tim Ryan, Esther Howard e Pat Gleason. Duração: 67 minutos. Distribuição: VideoFilmes. 

MEU CANAL

ÚLTIMOS PODCASTS

Last modified: 30 de abril de 2015

Uma resposta para “CURVA DO DESTINO”

  1. Foi assistente do Murnau?… não precisa de mais nada! Obrigatório. Simples assim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

tabela de preço digitaltabela de preço açouguemídia indoortabela digitaltabela de preços digital para supermercadosmidia indoor software