UM TIRO NA NOITE

Filme do dia

O cineasta americano Brian De Palma pertence à mesma geração de Francis Ford Coppola, Martin Scorsese, George Lucas e Steven Spielberg. Eles, os primeiros formados em Cinema por uma universidade, iniciaram carreira no final dos anos 1960 e terminaram salvando Hollywood da estagnação criativa. De todos eles, De Palma sempre foi o mais aplicado na arte de referenciar grandes filmes e cineastas. Seu diretor favorito é Alfred Hitchcock, que ele homenageou nos filmes Vestida Para Matar e Dublê de Corpo. Mas De Palma não se limita à simples citação-homenagem. Ele adora subverter e recriar a obra original através de um outro ângulo. E é isso que ele faz em Um Tiro na Noite. A trama, também escrita por ele, se inspira no clássico Blow Up – Depois Daquele Beijo, de Michelangelo Antonioni. A diferença é que, ao invés de ter uma foto como ponto de partida, aqui temos um som, mais especificamente um estouro. A brincadeira já começa no título: blow out (estouro, em relação ao ruído), que lembra blow up (ampliado, em relação à foto). Jack Terry (John Travolta) é um técnico de áudio cujo trabalho é gravar sons especiais para filmes de terror. Certo dia, por acaso, ele grava o som de um acidente de carro que mata um candidato à presidência e deixa ferida a amante dele, Sally (Nancy Allen). Ao analisar a gravação, Jack descobre algo mais um simples estouro de pneu e, a partir daí, tanto sua vida como a de Sally correm perigo. De Palma nos brinda com um suspense de primeira e refina seu humor ácido e irônico ao longo de todo o filme. Em especial, na cena final, quando Terry finalmente encontra o som que tanto procura.
UM TIRO NA NOITE (Blow Out – EUA 1981). Direção: Brian De Palma. Elenco: John Travolta, Nancy Allen, John Lithgow, Dennis Franz, Peter Boyden, Curt May e John McMartin. Duração: 107 minutos. Distribuição: Fox.

MEU CANAL

ÚLTIMOS PODCASTS

Last modified: 1 de setembro de 2021

2 respostas para “UM TIRO NA NOITE”

  1. Brian De Palma, meus caros… Brian De Palma. Mestre do cinema para quem o cinema existe como arte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

tabela de preço digitaltabela de preço açouguemídia indoortabela digitaltabela de preços digital para supermercadosmidia indoor software