A FESTA DA MENINA MORTA

Filme do dia

Matheus Nachtergaele sempre foi um ator que buscou papéis difíceis e diversificados. Seguindo o exemplo de seu amigo Selton Mello, decidiu explorar a arte da direção e estreou com um filme que dá continuidade ao seu trabalho como ator. Nachtergaele escreveu o roteiro de A Festa da Menina Morta junto com Hilton Lacerda. A história parte de um acontecimento ocorrido vinte anos atrás em uma pequena comunidade ribeirinha no interior da Amazônia. Santinho (Daniel de Oliveira), quando era garoto, encontrou os restos do vestido de uma menina desaparecida na boca de um cachorro. Ela nunca foi encontrada, mas, a partir daí, todos os anos, se comemora a festa que dá título ao filme. Santinho agora é uma espécie de líder espiritual da região. Nachtergaele mergulha em um terreno perigoso, carregado de fé, ou pelo menos, a busca por ela. Além disso, existe um forte drama familiar e outras questões de cunho religioso. Feliz na escolha do elenco, principalmente Daniel de Oliveira, que comprova mais uma vez ser um dos mais talentosos atores de sua geração. A Festa da Menina Morta tem alguns “preciosismos” comuns em filmes de diretor estreante, mas, nada que comprometa seu resultado final. Uma obra contundente e corajosa como poucas.
A FESTA DA MENINA MORTA (Brasil 2008). Direção: Matheus Nachtergaele. Elenco: Daniel de Oliveira, Jackson Antunes, Juliano Cazarré, Paulo José, Cássia Kiss e Dira Paes. Duração: 116 minutos. Distribuição: Imovision.

MEU CANAL

ÚLTIMOS PODCASTS

Last modified: 1 de setembro de 2021

Uma resposta para “A FESTA DA MENINA MORTA”

  1. Uma estreia surpreendente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

tabela de preço digitaltabela de preço açouguemídia indoortabela digitaltabela de preços digital para supermercadosmidia indoor software