O VENCEDOR

Filme do dia

Apesar das aparências, O Vencedor não é um filme sobre boxe. Seguindo os exemplos de Martin Scorsese em Touro Indomável e de Clint Eastwood em Menina de Ouro, o diretor David O. Russell utiliza o boxe como pano de fundo para um forte drama familiar de superação. Baseado em fatos reais, o filme conta a história de Dicky Ecklund (Christian Bale), uma lenda do boxe que jogou fora todo o seu talento por causa das drogas. A chance de redenção aparece na figura de seu meio-irmão Micky Ward (Mark Wahlberg), também lutador, que tem chance de tornar campeão. Russell, que entre seus trabalhos anteriores dirigiu Três Reis, é um excelente diretor de atores e também tem um domínio completo do que aparece em cena. O quarteto principal deste filme está soberbo. Não por acaso, dois deles foram premiados com o Oscar de melhor coadjuvante em 2011: Christian Bale, que emagreceu para o papel, faz uma personagem tão forte e bem construída com a qual temos repulsa e compaixão ao mesmo tempo. Melissa Leo, a mãe dos dois, está na medida certa também. Mesmo não tendo sido premiados, Amy Adams, que interpreta a namorada de Micky, e Mark Wahlberg, que além de atuar também é um dos produtores do filme, demonstra uma humildade fabuloso ao “deixar” o irmão e a mãe brilharem. Uma curiosidade: os verdadeiros Dicky e Micky aparecem durante os créditos finais.
O VENCEDOR (The Fighter – EUA 2010). Direção: David O. Russell. Elenco: Mark Wahlberg, Christian Bale, Amy Adams, Melissa Leo, Mickey O’Keefe e Jack McGee. Duração: 115 minutos. Distribuição: Imagem Filmes.

MEU CANAL

ÚLTIMOS PODCASTS

Last modified: 28 de agosto de 2021

3 respostas para “O VENCEDOR”

  1. Surpreende a qualquer espectador… um nocaute, digamos. E saimos todos bem.

  2. Marcos Neves disse:

    Melissa Leo e Christian Bale praticamente garantiram seus Oscars na cena do carro em que eles cantam “I Started a Joke” dos Bee Gees. Filme soberbo na medida certa.

  3. quero muito ver esse filme. mas confesso que vendo o trailer, me deu um mal-estar de ver tantas questões familiares. estou numa fase meio light de cinemas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

tabela de preço digitaltabela de preço açouguemídia indoortabela digitaltabela de preços digital para supermercadosmidia indoor software